Arquivo mensal: dezembro 2014

Cuidados com os cães no verão

Muitas pessoas adoram o verão, mas a grande maioria dos cães e gatos não gosta dessa estação tão quente. Vocês sabiam que os cães e gatos só suam pelos coxins (almofadas pretas das patinhas) e pela pele preta do focinho? Por isso, nossos pets se sentem como se estivessem vestindo um casaco de inverno, sendo que nas raças de pelos longos esse casaco de pele é ainda mais quente! Para compensar o calor extremo, os cães respiram de boca aberta. Ao contrário do que muitos pensam, os animais não suam pela língua, eles apenas respiram assim para trocar o ar quente corporal pelo ar frio do ambiente. No momento que o ar passa pelos seios nasais (localizados no focinho), ele é resfriado e, com isso resfria o corpo. Agora imagina tentar resfriar o ar ambiental num dia com temperaturas de 40C? Os cães que tem focinhos achatados não conseguem fazer esse resfriamento corretamente e, por isso, ainda são mais predispostos a passarem mal no verão. Já os felinos não respiram de boca aberta como os cães (alguns poucos ainda fazem quando estão com calor, mas não é a maioria) e, por isso, também sofrem demais com as altas temperaturas. Então, quais são as medidas para aliviarmos o sofrimento dos nossos amigos e prevenirmos uma intermação (aumento corporal que pode levar até ao óbito):

1) Procure passear com o seu cão nos horários mais frescos do dia, em geral antes de 9h ou após o sol se pôr. Lembre-se de que a hora mais quente do dia para os cães é a tarde, especialmente porque o chão das calçadas e asfalto está absorvendo muito calor desde que o sol nasceu.

2) Se percebeu que saiu com o seu cão e, de repente, esquentou muito a temperatura, além de fazer seu animal beber bastante água, molhe seu aniaml, principalmente no rosto, almofadinhas das patas e abdomen. Vale também encostar na virilha uma garrafa ou lata beeeem gelada ou passar gelo, pois ajuda a baixar mais rápido a temperatura corporal.

3) Cães de pelo longo devem ser tosados. Muitos proprietários tem pena de fazer isso, mas garanto que seu animal ficará muito mais feliz e bem disposto. O pelo cresce logo, mas o clima quente do Rio de Janeiro já começa na primavera e se estende até o outono.

3) Gatos podem ser tosados, quando se tem pelo longo (atenção apenas a não tosar a cauda de felinos!), ou pelo menos deve-se tosar a região da barriga, pois assim eles podem deitar em superfícies frias e se refrescar.

5) O ambiente da casa deve ser o mais arejado possível, sendo que no caso de cães muito peludos ou aqueles de focinho achatado, eles muitas vezes necessitam ficar no ar condicionado ou com ventilador ligado, durante o dia. Não é uma questão de somente conforto, mas sim de SAÚDE para o seu pet!

5) Ofereça sempre água e petiscos gelados. Pode fazer gelo com pedaços de frutas ou colocar a fruta inteira no congelador e dar para seu cão saborear esse “picolé”. Lembre-se de usar frutas recomendadas pelo seu veterinário, pois algumas não devem ser consumidas pelos cães.

6) JAMAIS deixe o cão preso dentro do carro, mesmo se os vidros ficarem semi abertos. O animal pode superaquecer e passar mal. Escutamos muitas histórias de crianças que são esquecidas dentro do carro, mas no caso de cães e gatos, a maioria dos donos que fazem isso deixam propositalmente.

7) Acima de tudo, seja em casa ou passeando na rua, respeite quando seu animal estiver com calor. Se ele não quer passear na rua num dia quente, não force ele a fazer isso. Se ele virar a vasilha de água para deitar em cima, entenda que ele estava desesperado de calor.

Garanta que nesse verão seu cão ou gato, acima de tudo, esteja feliz!

Anúncios