Lipidose hepática: por que ela acontece?

Os felinos podem ser acometidos por algumas doenças que são específicas da espécie, como a lipidose hepática idiopática. É uma doença grave e pode ser fatal caso o proprietário não perceba a tempo. É caracterizada pelo acúmulo de gordura nas células do fígado, levando a disfunção deste órgão.

Porque é que acontece ?

A doença ocorre quando por qualquer razão o gato para de se alimentar, e as vezes 3 dias sem comer já são suficientes para a doença se instalar no animal. Quando o gato entra no estado de anorexia, o organismo começa a mobilizar a gordura armazenada no corpo como fonte de energia . Como o gato não consegue utilizar corretamente essa via e o fígado não está preparado para trabalhar com grandes quantidades de gordura, ocorre então a infiltração de gordura  nas células hepáticas e estas não conseguem mais realizar as suas funções. Os gatos obesos são mais susceptíveis a desenvolverem esta doença porque metabolizam a gordura do corpo mais rapidamente do que os gatos magros.

O que pode levar o felino a ter anorexia?

A maior parte dos casos de lipidose hepática está associada a gatos obesos páram de comer, e o fator desencadeante da doença parece ser o stress a que o animal possa ser sujeito. Por stress entende-se qualquer alteração na rotina ou no ambiente do gato (mudança de alimentação, mudança de casa, presença de um novo membro na família, entre outros) ou mesmo alguma doença concomitante que lhe conduza a uma diminuição do apetite.

Como perceber se meu animal está doente?

Além da falta de apetite, um dos sinais da Lipidose Hepática é a icterícia (coloração amarela das mucosas) devido à deposição de um pigmento biliar. Além disso, começam a ficar letárgicos, apresentam vómito, perda de peso e recusam-se a comer.

Tem cura?

Um diagnóstico precoce é a chave para o sucesso no tratamento da lipidose hepática. Perante a confirmação da doença há que garantir um suporte nutricional intensivo. Na maioria das vezes os animais tem que ser internados para corrigirmos a desidratação e fazer um manejo alimentar adequado.  Se perceber que seu felino não come há mais de 3 dias ou está com mucosas ou a pele amareladas, leve-o imediatamente no veterinário da sua confiança!

Dra. Gabriela Vieira – clinica geral da Vet Care e especializada em medicina de felinos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s