Arquivo mensal: abril 2017

Cuidado na Páscoa!

 

IMG_6178

 

Pensando em compartilhar um pedacinho do seu chocolate nesta Páscoa com seu pet??? Muito cuidado! Chocolate é tóxico para eles.

O chocolate deriva das sementes assadas do cacau e na sua constituição existe grande quantidade de carboidratos, lipídios, aminas biogênicas,
neuropeptídios e metilxantinas, as quais são a teobromina e a cafeína. As metilxantinas são os maiores causadores de intoxicação nos cães e gatos, e a quantidade de teobromina varia de acordo com o tipo de chocolate.

Quanto mais gordura, menor vai ser o teor de teobromina, como é o caso dos chocolates brancos, já que esses não oferecem tanto risco para os pets. Quanto mais escuro for o chocolate mais teobromina, assim havendo uma possibilidade maior de ocorrer intoxicação. Assim, o chocolate amargo, é o que oferece maior risco, pois possui um teor mais elevado de teobromina. Em grandes quantidades no organismo a teobromina causa: vômito, diarréia, diurese, relaxamento dos músculos lisos, principalmente da bexiga; estímulo do coração, aumento da contratibilidade miocárdica e taquiarritmias;
estímulo do SNC, potencialização do estado de alerta e hiperatividade reflexa, tremores, ataques convulsivos; aumento de resistência vascular cerebral, embora provoque uma diminuição do afluxo e da tensão de oxigênio na circulação periférica.

Os efeitos globais são: ligeiro aumento da pressão arterial, nervosismo,
inquietude, insônia, tremores e convulsões crônicas. Este quadro é extremamente perigoso em cães doentes ou em risco de epilepsia, pois há crises muito graves podendo levar o animal a óbito.

Então, não esqueça! Atenção redobrada nesta época do ano que tão deliciosa é atrativa para seu amiguinho!

Dra.Clarissa Galvão – nutróloga da clínica Vet CareIMG_6176

Anúncios